top of page

COMUNICADO sobre a impugnação do projeto do terreno do Hilton


A 17 de janeiro de 2024 saiu uma reportagem na RTP 1 sobre o terreno do Hilton na Parede, à qual se seguiram diversas notícias na imprensa e nos media online.


Porque é que a impugnação do projeto do terreno do Hilton é importante para a Associação SOS Quinta dos Ingleses?


Quer o empreendimento projetado para a Quinta dos Ingleses quer a construção do Hilton junto ao Hospital José de Almeida, bem como o projeto de unidade hoteleira frente ao Bairro da Torre, violam o Plano da Orla Costeira (POC-ACE), em vigor desde abril de 2019. 


De facto, o POC-ACE proíbe quaisquer novas construções até aos 500 metros da linha de costa, permitindo apenas, com restrições, a reconstrução até aos 1000 metros da mesma linha. O regime de gestão territorial estabelecido visa "promover a valorização integrada dos recursos do litoral e gerir a pressão urbano-turística na faixa litoral/orla costeira” e “assegurar uma orla costeira preparada para as alterações climáticas e para a sua fruição em segurança, com um património natural, paisagístico e cultural preservado, com um bom estado das massas de água, promotora de oportunidades de desenvolvimento suportadas na diferenciação e valorização dos recursos territoriais".

Estando estes três projetos localizados junto à orla costeira de Carcavelos, a defesa de um é, de algum modo, a defesa de outro. Paralelamente a esta ação do Hilton, decorre uma ação judicial ligada ao projeto do empreendimento na Quinta dos Ingleses e uma terceira ação, ligada ao terreno diante do Bairro da Torre.


Como associação ambiental, o principal objetivo da SOS Quinta dos Ingleses consiste na preservação de toda a mancha verde da Quinta, transformando-a num parque urbano seguro e bem cuidado, assim como a proteção da integridade da orla costeira da freguesia, incluindo a praia de Carcavelos.



Comentarios


bottom of page